Abril Verde: Santa Casa receberá visita técnica para reduzir número de acidentes de trabalho

Representantes do Ministério Público do Trabalho, da Justiça do Trabalho, do Ministério do Trabalho e do Cerest vão conversar com profissionais da saúde e orientar sobre formas de prevenção

02/04/2018 - A Santa Casa de Campo Grande é um dos empregadores que mais notifica acidentes do trabalho em Mato Grosso do Sul. No ano passado, foram registrados 194 casos. Os números são do Concat, sistema para consulta de dados da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) que indicam que os técnicos de enfermagem são a segunda categoria com mais notificações oficiais de acidentes de trabalho no Estado - foram 367 ocorrências em 2017.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul, Lázaro Santana, atribui o número de acidentes à sobrecarga de trabalho, exigência muito grande junto ao paciente e à falta de cuidado das instituições com os profissionais de saúde.

Para auxiliar na redução dessas estatísticas, o Ministério Público do Trabalho, a Justiça do Trabalho, o Ministério do Trabalho e o Cerest farão uma visita técnica na Santa Casa de Campo Grande na próxima segunda-feira, dia 2 de abril, às 8 horas. O juiz do trabalho Márcio Alexandre da Silva, o procurador-chefe do MPT, Leontino Ferreira de Lima Junior, e o auditor-fiscal do trabalho, Kleber Pereira de Araújo e Silva, além de outros profissionais de SST, vão conversar com profissionais da saúde e orientar sobre formas de prevenção.

A ação faz parte do Movimento Abril Verde, campanha nacional de prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. "A esperança é que haja conscientização e isso reduza os acidentes de trabalho. Estudos apontam que a maioria dos acidentes poderia ser evitada com medidas simples e baratas que impediriam lacerações e mortes. O Movimento Abril Verde - se conscientizar o trabalhador e empregador - já é um grande passo para diminuir o número de acidentes, que infelizmente vem se mantendo estável proporcionalmente nos últimos anos", esclarece o procurador Leontino Ferreira.

"O ambiente de trabalho é o local onde o trabalhador vai buscar o seu sustento e não onde ele vai encontrar a morte, o adoecimento, uma amputação de um membro. É importante destacar que todos os acidentes de trabalho são previsíveis e, por isso, nós defendemos que eles podem ser prevenidos. O acidente do trabalho não pode ser ordem do acaso, ele só pode ser obra do descaso, do descumprimento das leis de trabalho", enfatiza o juiz Márcio Alexandre, que também é Gestor Regional do Programa Trabalho Seguro do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Mobilização

Considerando que o dia 07 de abril é o Dia Mundial da Saúde e o dia 28 de abril foi consagrado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) como o Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, o mês concentra as ações do Movimento Abril Verde, que tem como intuito trazer à sociedade a questão da segurança e saúde do trabalhador brasileiro. O objetivo maior é reduzir os acidentes de trabalho e os agravos à saúde do trabalhador, mobilizando sociedade, órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para os problemas que ocorrem no mundo do trabalho.

Em Mato Grosso do Sul, as ações do Movimento Abril Verde são realizadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, em conjunto com o Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e Município de Campo Grande.

Durante todo o mês de abril, a fachada de órgãos públicos será iluminada com a cor verde para chamar a atenção da população e despertar a curiosidade para ações de conscientização. Receberão a iluminação o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, o Fórum Trabalhista de Campo Grande, a Procuradoria Regional do Trabalho da 24ª Região, a Câmara Municipal de Campo Grande, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a Prefeitura Municipal de Campo Grande, o Obelisco de Campo Grande e a Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul.

De acordo com dados oficiais mais recentes, são registrados mais de 500 mil acidentes de trabalho por ano no Brasil, causando mais de 2 mil mortes por ano e retirando definitivamente do mundo do trabalho 37 trabalhadores por dia.

Fonte: Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região
Informações: (67) 3316-1795
www.trt24.jus.br

Tags: Ministério Público do Trabalho, acidente de trabalho

Imprimir